Os « mambas » jogam em Portugal

Désolé, cet article est seulement disponible en portugais européen. Pour le confort de l’utilisateur, le contenu est affiché ci-dessous dans une autre langue. Vous pouvez cliquer le lien pour changer de langue active.

Seleção moçambicana vai jogar com Cabo Verde em Portugal, no dia 10 de Outubro.

A Seleção comandada por Abel Xavier já não irá realizar o jogo frente à Guiné-Equatorial por falta de entendimento entre a FIFA e a organização local. O único encontro a acontecer realiza-se dia 10 de outubro, em Portugal, às 15h00, no mesmo dia em que a Seleção portuguesa recebe a Suíça no Estádio da Luz às 19h45.

Moçambique tem assim a última oportunidade deste ano 2017 para voltar a amealhar pontos no ranking.

A FIFA apresenta os seus rankings desde 1993, e a Seleção moçambicana alcançou a sua melhor marca em 1997, lugar 63. Contudo, em 1993 estava na posição 104 e em 2017 está na posição

 108. É certo que a evolução pode acontecer num curto período de tempo, mas as constantes subidas e descidas no ranking FIFA são um espelho das consecutivas ausências em fases finais de provas como o CAN, ou de um Mundial – feito que nunca se sucedeu.

A organização de uma base de dados no futebol moçambicano tem ajudado a compreender aqueles que podem ser o futuro dos « mambas », mas também os que ainda não representam o país e podem-no fazer pela primeira vez. Casos como o de Filipe Chaby do Belenenses, David Sualehe e Mauro Riquicho, do Sporting, podem vir a representar a Seleção dos Mambas.

As novidades nesta convocatória são a ausência de Mexer e Dominguês, por lesão, do guarda-redes Ricardo Campos, que não tem sido utilizado na UD Leiria, e ainda a estreia de Lau King do Desportivo de Nacala.

Outros talentos se encontram na corrida por um lugar na seleção, como o extremo Nélson, do Costa do Sol e os médios do Textáfrica, Néné, e Joaquim Mapangane do Maxaquene.

Leia também a notícia no Jornal o Jogo

Recommended Posts