Os «mambas» jogam em Portugal

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en portugués de Portugal. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Seleção moçambicana vai jogar com Cabo Verde em Portugal, no dia 10 de Outubro.

A Seleção comandada por Abel Xavier já não irá realizar o jogo frente à Guiné-Equatorial por falta de entendimento entre a FIFA e a organização local. O único encontro a acontecer realiza-se dia 10 de outubro, em Portugal, às 15h00, no mesmo dia em que a Seleção portuguesa recebe a Suíça no Estádio da Luz às 19h45.

Moçambique tem assim a última oportunidade deste ano 2017 para voltar a amealhar pontos no ranking.

A FIFA apresenta os seus rankings desde 1993, e a Seleção moçambicana alcançou a sua melhor marca em 1997, lugar 63. Contudo, em 1993 estava na posição 104 e em 2017 está na posição

 108. É certo que a evolução pode acontecer num curto período de tempo, mas as constantes subidas e descidas no ranking FIFA são um espelho das consecutivas ausências em fases finais de provas como o CAN, ou de um Mundial – feito que nunca se sucedeu.

A organização de uma base de dados no futebol moçambicano tem ajudado a compreender aqueles que podem ser o futuro dos «mambas», mas também os que ainda não representam o país e podem-no fazer pela primeira vez. Casos como o de Filipe Chaby do Belenenses, David Sualehe e Mauro Riquicho, do Sporting, podem vir a representar a Seleção dos Mambas.

As novidades nesta convocatória são a ausência de Mexer e Dominguês, por lesão, do guarda-redes Ricardo Campos, que não tem sido utilizado na UD Leiria, e ainda a estreia de Lau King do Desportivo de Nacala.

Outros talentos se encontram na corrida por um lugar na seleção, como o extremo Nélson, do Costa do Sol e os médios do Textáfrica, Néné, e Joaquim Mapangane do Maxaquene.

Leia também a notícia no Jornal o Jogo

Recommended Posts